segunda-feira, 30 de novembro de 2009

LEMBRANÇAS...


http://3.bp.blogspot.com/_YFqGHqUgP_0/SKCfJpxmJ-I/AAAAAAAAANM/Pxj3n0v6l10/s320/355.jpg


Olá, como vais??

Foi apenas um cumprimento,

um "olá" sem perder tempo,

e continuo meu caminho...

Sem querer (ou por querer?),

olho parar trás (para te rever??),

e meus olhos relembram cada linha de teu corpo...

Não adianta dizer que não...

Onde outros olhos vêm apenas um corpo,

meus olhos relembram paixão,

onde vêm curvas femininas banais,

eu relembro momentos únicos (celestiais??)...

Ah, se eu pudesse dizer uma vez mais,

só mais uma vez: "Olá, como vais??"

domingo, 29 de novembro de 2009

À Flor da Pele


http://srv0204-05.sjc3.imeem.com/g/p/5a0b70a9a789448fe54b6ed62443716b_web.jpg

Ficção


Sinto tua respiração em meu pescoço,

e esse teu hálito que reconheceria em qualquer lugar...

Beijas-me...são tuas carícias que me fazem sonhar,

brotar desejos à flor da pele, impulsos sem regras,

Sofreguidão... no fundo o meu jeito estúpido de te amar...

Que mais pode um homem dizer sem mentir,

se em nosso olhar, num simples sorrir,

a prova, a declaração do pecado que mora em nós,

a provocação, o intenso chamamento para ficarmos sós...

sábado, 28 de novembro de 2009

SONHO E FANTASIA


http://4.bp.blogspot.com/_A2ZedJAi4ig/R64UFJpbCEI/AAAAAAAAAIA/lR9driC8zuM/s400/imagem02.JPG

Entro no reino da fantasia

e sonho...como sonham as crianças,

e no meu sonho, voo num cavalo alado,

por ruas, becos, barracas e palácios,

vejo cor, dor, rancor, ódios e esperanças,

e eu me pergunto se é meu fado

ver dor onde queria ver ternura,

ver rancor onde pensava haver amor,

ver meus iguais com laivos de loucura...

Tento acordar...quero acordar....

este reino é dominado pelo mal,

pela avareza, pela mesquinhez,

e no sonho das crianças,

há paz, amor, esperança...

deixai-me novamente sonhar...

amanhã nada irei lembrar ao acordar...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

NO MEU ESPELHO


http://3.bp.blogspot.com/_KAIU7fTXm3U/SV5g0moMnkI/AAAAAAAAAdg/C6wFSfceppE/s400/espelho.jpg


Em cada manhã, em cada novo dia,

em cada imagem retratada no espelho,

um resfriar interior, um pingo de agonia,

uma ruga atrás de outra, acto de magia

num corpo que não quer ficar velho...


e acto continuo olho para o passado,

fotos com um sorriso transcendente...

e eu rio, ainda que inconformado

que este no espelho sou eu, transformado

num ser maior, mais calmo, diferente...


Oh santa ignorância, cegueira maior,

olhos que não vêm, coração não sente,

e o que o espelho "vê", "vê" sem dor,

sem coração, sem sofrer, sem amor,

assim vissem meus olhos quem me mente...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Sedução

Prendo-te pela cintura

e dançamos noite dentro

nossos corpos transpiram

nossos desejos aspiram

a momentos de prazer


E no silêncio da noite

com que sofreguidão

nos entregamos à paixão

amanhã não quero lembrar

nossa mente não iria perdoar


Fecho os olhos para não ver

Amanhã o que vão dizer de nós

se os dois não estamos sós???


Vejo-me ao espelho

e renuncio ao homem que fui

ao amante infiel

ao insaciável dom de te ter

ao amante cruel


És divindade, flor do prazer

chamamento da perdição

corpo de adoração

de um único querer

momento de sedução

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Desafio (Palavras Poéticas)

A amiga Breizh do blog

http://palavraspoeticas.wordpress.com/
lançou-me um desafio que consiste completar 5 frases.



Aqui vai:

Eu já tive 30 anos e era um sonhador.

Eu nunca pensei chorar por alguém

Eu sei que a vida é curta e o amanhã não existe

Eu quero viver e conviver com os que me amam

Eu sonho com momentos que vivi em ...sonhos





As regras deste desafio, sería passá-lo a 10 blogues…, mas como ainda não tenho tantos Amigos, fica aqui para melhor me conhecerem.

Aprendiz de cantor

Sou um fingidor

aprendiz de cantor

e as letras que invento

apaga-as o vento

num sopro sem dor


Mas continuo a tentar

uma palavra a rimar

até que nasça o dia

até que alguém sorria

e se ponha a cantar:


Sou poeta cantor

versos cantando o amor

na tarde fica a melodia

coros em sintonia

das letras de um sonhador

terça-feira, 24 de novembro de 2009

E no Sonho se fez SOL


http://www.digitalphoto.pl/foto_galeria/3625_2007-1940.JPG



Foi mais um sonho...talvez pesadelo

Eu no sonho corria, cada vez mais veloz

Procurando o Sol, o astro mais belo

Chamava, gritava, e o eco de minha voz

Surgia da montanha...onde o sol dormia

Perdoa-me sol...se não te visse...morria...

domingo, 22 de novembro de 2009

No Silêncio


http://mundopachi.blogs.sapo.pt/arquivo/boske.jpg


Perfeito silêncio...

bocas fechadas,

olhos cerrados,

gestos truncados...

E assim é o dia,

no correr da noite,

na madrugada...


Culpas de quem?

Que importa...

A vida fez meia volta,

a outra virá também,

os pássaros cantam,

as andorinhas voam,

tudo é perfeito...

sábado, 21 de novembro de 2009

Fazer de Conta....

Em cada amanhecer, ao beijar a luz

um imenso olhar, um agradecer

por mais um dia...

e desde que nascemos

todo o caminho que percorremos

dia a pós dia

noite após noite

olhamos as estrelas

admiramos o sol

nos sentimos atraidos

por estas coisas belas

E eu que faço parte dum todo

o que fiz para melhorar?

o que fiz para não estragar?

Quando assumi minha culpa?

À minha volta, a miséria,

(de pensamento e acções)

o individualismo, a mesquinhez,

o desejo de grandeza

o sonhar alto na embriaguês...

Olho à minha volta mais uma vez...

Que fiz eu para te levantar?

que fiz eu para te por a andar?

será que te estendi minha mão?

ou será que desviei meu olhar??

Em cada imagem na TV, a revolta,

o meu ruido ainda que interior

por tanta e tanta dor

por tantos "cavalos à solta"

por não haver justiça...

Mas quem sou eu?

Quem me deu procuração?

Eu não sou ninguém

não existo em nenhum mapa

apenas deixo falar o coração

Que fiz eu para melhorar??

nada...nada vi...deixei andar...

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Rosas Perfumadas


http://2.bp.blogspot.com/_l2u4EasS5bk/SJXbrUVFFmI/AAAAAAAABVU/nLizr3xHcew/s400/59d30f274f.jpg


Pétalas de rosa esvoaçando

pétalas perfumadas

pétalas de cores delicadas

que vindes até minha cama

antro sagrado do amor


Em vós trazeis a alquimia

a doce magia

de noites de amor sem fim

pétalas de cor púrpura

que farão brotar desejos de dentro de mim


Pétalas sopradas pela Deusa do amor

e que o vento trouxe até aqui

paraíso em forma de flor

jardim de rosas à espera de ti....

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Apenas um recado....


http://1.bp.blogspot.com/_qpEXFBjLpYM/SEVdNi5PbqI/AAAAAAAAAIQ/K5vp0T9UOsE/s320/carta+de+amor.jpg


(ficção)

Mandaste-me um recado

pretensa carta de amor

li tudo ao pormenor

li, reli, sei de cor,

dizes que tudo está acabado


E as lágrimas ao cair

deixam marcas no rosto

e tal é o desgosto

como o fim do dia no sol posto

que sinto as forças fugir


Mandaste-me um recado

e eu vou responder

assim que me erguer

assim que meu coração quiser

que entre nós tudo é passado....

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Tua Imagem em Mim


http://media.photobucket.com/image/tua%20imagem%20no%20espelho/thiago0105/298A.jpg

(ficção)

Olha para mim... sem sorrir...

Quero fixar teu rosto no meu.

E um dia se resolveres partir,

não deixes recado teu,

nem precisas dizer adeus,

tua imagem está comigo...


E sempre que me olhe ao espelho,

é teu rosto que eu vejo,

é teu rosto que eu acaricio,

e quem sabe, te roube um beijo,

sendo um beijo figurativo,

mas tua imagem está comigo...


Ah este amor que me consome,

que me definha a todo o momento,

e não vejo vivalma que me tome,

que me altere o pensamento...

Oh deusas do sonho, do amor,

chega...já tenho minha dose...de dor...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Tu já não Existes...


http://blufiles.storage.live.com/y1pX_Z5hqgJuV4HN2We7HppXOARY5gLsbmPPe2hcYUp-X_vFqGi1faTbBZNfoX1TkLxMyK62nHnCwc

(ficção)

Fala-me de ti...

Fala-me de ti como se eu não te conhecesse,

se tudo o que vivemos, não acontecesse,

como se o gostar de ti, fosse uma prece...


Mas fala-me de ti,

dos teus sonhos, medos, ambições,

dos teus projectos de vida, realizações,

e onde eu entro, (ou não entram os corações??)


Mas talvez não seja preciso falares de ti,

porque de tão diferentes, a teu lado não vivi,

e o que resta?, o que fica para amanhã?

Não sei, ninguém sabe, o futuro o dirá...


Agora peço-te..., por favor, não fales de nós...

O que nunca existiu, acabou, estamos sós,

e as paredes não falam, o espelho nada viu,

nada é verdade...tudo simulado, tudo se fingiu...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

RIO ABAIXO




Sigo nesta canoa, neste rio,

fio de água em movimento,

umas vezes calmo, pachorrento,

outras vezes mal amado, bravio,

mas não deixas de ser rio

fio de água, fio de vida,

que gota a gota vai crescendo,

galgando margens, ou correndo

em alegria incontida....

Quiseram te prender, "amarrar",

mas têm de te libertar,

e teu fio de vida se transformou...

És energia, outra forma de vida...

Sigo nesta canoa, neste rio,

e lá longe avisto o mar...

Ficas feliz, em delírio,

pois com ele vais "casar"...

Foste rio, serás mar,

e deste casario vais lembrar,

quando à origem quiseres voltar.

E sentirás raiva, desalento maior,

ao "rebentares" na praia, com dor...

domingo, 15 de novembro de 2009

À Procura de TI

É tão triste a madrugada

quando acordo e tu não estás

apenas tua roupa amarrotada

teu perfume teu suor

me lembram nossas noites de amor


Circulo entre a multidão

e tento te encontrar

preciso te encontrar

nossa vida foi um romance

um filme de paixão


Partiste à aventura

procuraste novos desafios

porventura novas ilusões

e entre nós restou a mágoa

a dor, olhos rasos de água


Deixa-me te ensinar a amar

a viver, a sonhar

sem ilusões

abre-me teu coração

deixa renascer a paixão


Meu Amor, meu amor

nossa cama continua vazia

e as paredes da casa fria

ganharão cor

se voltares um dia

sábado, 14 de novembro de 2009

NO MUNDO DOS SONHOS

Viajo na planície dos sonhos,

só, com a brisa por companhia...

As aves vêm até mim, trazem alegria,

e fica mais fácil meu caminhar...

E meu pensamento voa,

e no meu coração a música ecoa

baladas suaves de encantar...

Sinto-me bem neste viajar...

Para trás tudo deixei,

o que fiz e o que conquistei,

quem amei, quem me amou,

o homem que fui, diferente do que sou,

para trás tudo ficou...

E nesta planície de sonhos,

quem passa sorri para mim,

não sei se por pena,

ou se vêm em mim felicidade plena,

ou se me auguram coisa ruim...

Viajo na planície dos sonhos

onde sou feliz por viver assim...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Presente Para TI


http://deysemelo.com/wp-content/uploads/2008/05/present.jpg


A ti,

dedico um poema,

uma frase, um tema,

uma canção,

um refrão...


A ti,

envio um ramo de rosas,

em botão, cheirosas,

um convite para jantar,

um momento para sonhar...


A ti,

personagem ausente,

coração carente,

andorinha sem primavera,

silêncio, ou quimera...


A ti, e para ti

um sorriso de Amigo,

um sentimento,

um desejo no tempo,

um querer estar contigo...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O VÔO DAS BORBOLETAS


http://www.orkut-msn.net/wp-content/orkut/2008/06/borboleta_574513097_26_borboletas.jpg


Chamo-lhes borboletas,

outros dizem mariposas,

mas que interessa a graça,

se na sua graça são formosas?

E batem asas levemente,

de mil cores e formas se vestem,

e da sua leveza não se sentem

e se apanham facilmente...

No meu jardim vos admiro,

em cada flor quereis poisar,

sois o meu amor a me visitar,

a alma gémea que volta ao lar...

Borboletas, mariposas,

de entre os seres, as mais formosas,

voai, voai bem longe, mais alto,

não vá alguém vos apanhar...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O MEU LIVRO DE SONHOS


http://1.bp.blogspot.com/_5WRCyi9UUCc/SYV4HjSPi3I/AAAAAAAAALU/SAGncqiEMXM/s320/Menina+olhando....jpg


Abro o meu livro de sonhos,

página a página,

sonho a sonho,

e meu pensamento se entristece...

A vida foi passando

ano após ano, e os sonhos adiando...

De nada valeu a prece...

Os sonhos continuam esperando

momento único, uma benesse

da fada dos milagres...

Abro o meu livro de sonhos

e meu coração se entristece.

Para quê continuar a sonhar,

se o sonho de tanto esperar,

adormece???

TARDE DE SOL

Fito os olhos no horizonte e tudo é perfeito...

O sol, o azul do céu, este imenso mar,

esta brisa amena que nos parece acariciar...

E eu quero sorrir para a vida,

como que agradecendo este respirar,

momentos únicos em tarde perdida...


Entrego-me ao calor do sol,

fecho os olhos e minha mente "voa"...

Os sonhos se atropelam no rol

de tantos e tantos por cumprir,

mas a hora é de fazer de conta, fingir...

O momento é de entrega total...


E as aves perto esvoaçando,

talvez no seu querer nidificar,

não me apoquentam com seu chilrear,

antes elevam meu embalar

nesta tarde de sol, tarde de primavera,

tarde de sonhos, de quimera...


São horas mortas, de sossego,

horas de paz, horas de enlevo,

que me fazem partir para o amanhã,

para mais um dia, e outro dia,

num ritual demasiado certo

quando a vida tem um porto incerto...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Estrada fora


http://pilgrimhearts.blogs.sapo.pt/arquivo/no%20escuro%20da%20estrada.jpg


Parto estrada fora

sem nada do passado...

Tudo o que tinha (e o que não tinha),

nos resquícios da memória ficou fechado.


Histórias que vivi,

outras que inventei,

amores eternos que jurei,

para trás tudo deixei.


Parto estrada fora

sem remorsos, sem paixões,

na vida foram tantas as ocasiões

que ganhei, ou perdi na hora...


De tudo me livrei, me despi,

e assim sigo meu caminho.

Talvez tarde descobri

que o muito que vivi,

não foi bom, não foi mau,

apenas uma peregrinação,

na vida alguma emoção...

Mas para trás olhando,

fica a certeza da decisão...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

EU TENTEI


http://viajeaqui.abril.com.br/imagem/fwa/1196694291134_129.jpg


Tentei te falar,

ler-te um poema,

ou talvez te soletrar

uma palavra,

Única,

do verbo Amar...


Tentei te falar,

dizer baixinho,

No ouvido,

devagarinho,

O que tem sentido,

o meu carinho...


Tentei te falar

e não consegui...

O que ficou por dizer,

talvez vá esquecer,

ou o destino vá lembrar,

o que um dia senti por ti...

domingo, 8 de novembro de 2009

Pecados Teus


http://files.nireblog.com/blogs3/etosbrasil/files/173_sereia_pedras.jpg


Corri de pedra em pedra,

saltei todos os grãos de areia,

e em cada onda de espuma,

procurava-te bela Sereia...


Mas este não é o teu areal,

nem tão pouco teu Mar,

tuas canções melodiosas,

outros homens irão encantar...


Se vires os homens do mar,

deixai-os ir navegando,

seus filhos os esperam,

suas mulheres ficaram rezando...


Também sou homem do mar,

este mar que é minha gente,

e as sereias que aqui cantam,

também encantam em voz dolente.


Eu também fui encantado,

e preso ficou meu coração,

que fazer para me libertar

para o amor, para a paixão??

sábado, 7 de novembro de 2009

IMAGEM DE MIM


http://sonhoepoesias.sites.uol.com.br/imagens/pedaco-de-mim.gif



De frente para o espelho, eternamente calado e frio,

olhei bem no fundo a cópia severa de mim,

e pergunto: Porque não entendem o que escreves com brio,

se o que dizes são mágoas cobertas de cetim,

são nuvens sem água, são margens secas de um rio...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sonhar Mais Alto

Por entre as flores do campo corrias,

e entre sorrisos e lágrimas de alegria,

por vezes parecias voar,

teus braços abertos qual ave a esvoaçar,

davam-te um toque de magia..


Voa Amor, entre os lírios e as papoilas,

eleva-me também neste céu de fantasia,

deixa-me sentir a maresia

do mar calmo dos sentidos,

dos dias soltos e perdidos...


Lá longe no monte mais alto,

onde não chego, não alcanço,

envia-me sinais de ti,

e bem juntinho ao sol, para mim sorri...


Estes são momentos de sonho,

como é um sonho teu voar,

ou nos verdes prados te encontrar...

Meu Amor, um dia vais nascer

quando entre as flores eu adormecer...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

NO TEU COLO


http://diariodecarina.files.wordpress.com/2008/07/colo_de_mae1.jpg


No teu colo,

colo profundo e angélico,

coloquei uma flor...

Gesto patético...

porventura gesto de dor...

Colocar uma flor

em local profético...


Mas o teu colo Amor,

momento de fascinação,

traz-me à mente outro tempo,

em que antes da sedução,

do peito era sedento,

olhos fechados à luz,

já prevendo esta cruz....


No teu colo,

colo profundo e angélico,

coloquei uma flor...

Não a deixes secar,

nem a deixes "viver",

Quando outro alguém olhar,

não saberá reconhecer...

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Porque hoje vi o SOL


http://img.olhares.com/data/big/160/1602577.jpg


Hoje resolvi parar no tempo...

O ontem e o amanhã não existem,

e o hoje nasceu e ficou em mim,

como o sol que raiou,

me aqueceu, e de leve me beijou...

Nem mais um sonho, só desejo,

de mais um dia de sol, outro beijo,

um raio de luz na saudade que ficou...

Chuva que me tens feito companhia,

e tu frio que me toldas o pensamento,

me deixai, quero sentir a alegria,

quero ver vida, sentir o momento,

ganhar asas e não voando,

correr no mar e não nadando,

trepar até o azul do céu,

e lá ficar, só o Sol e eu...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Por um Novo Amanhecer


http://i227.photobucket.com/albums/dd301/Sydynha/natureza%20paisagens%20sydy/blu20planet20sun20shine.jpg


Estás longe, e o longe é tão perto...

Mas senti teu silêncio, tua ausência,

ainda que tua escrita sem cadência

certa, me fizesse prever algo incerto...


Mas estás bem, já recebi teu recado,

numa escrita bela, algo pessoal,

e fico indeciso entre o bem e o mal,

sendo o mal, pessoal, do teu passado...


Um novo amanhecer virá, podes crer,

e teus sonhos fechados, irão renascer,

ainda que num tempo amadurecido...


Em mim tens o carinho, a amizade,

um cantinho, um ombro sem piedade,

abraço amigo também ele perdido...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Em busca do SOL


http://brunogodinho.zip.net/images/sol.jpg


Abro as janelas como que a receio

de mais um dia invernal e triste...

Não sei se abra os olhos ou desiste,

de ver mais um dia cinzento e feio...


Nuvens escuras que pairais no ar,

nuvens de frio, chuva e neve...

No cimo de vós, o sol nem se atreve

a abrir, a aquecer, ou sequer espreitar...


Sol que eu amo e preciso tanto,

testemunha de tardes de pranto,

minha companhia dos dias de verão,


vinde até mim, rompei o escuro do céu,

quero-te aqui, bem pertinho, só meu,

aquecendo meu corpo, meu coração...

domingo, 1 de novembro de 2009

AMOR ETERNO

Os anos por nós vão passando,

e em cada um de nós, as cicatrizes,

as marcas do tempo, lembrando

momentos alegres ou menos felizes...

E no entanto, o sentimento se mantém...

E como no primeiro dia, posso dizer:

"Eu sei que sempre vou te amar"...

E aquando o primeiro e longo beijo,

em que nossos lábios sentiram prazer,

ou no primeiro encontro, em que o desejo

falou mais alto, tanto querer...

O que mudou? Nada, posso dizer...

Sim, os anos por nós vão passando,

ilusões, sonhos ainda por terminar,

sensações únicas, e vou lembrando:

"Eu sei que sempre vou te amar"

Para sempre te quero amar,

em cada noite, ou nascer do dia,

em cada praia, ou rua vazia,

no cume da serra virada para o mar...

De que serve o local, ou o dia,

se para o mundo vou gritar:

"Eu sei que sempre vou te amar"